O que é lucro por ação (LPA) e como calcular?

O que é lucro por ação (LPA) e como calcular?

Para quem quer aprender a analisar empresas, é fundamental entender o que é lucro por ação (LPA).

O lucro por ação é uma das métricas financeiras mais analisadas para entender uma empresa.

Basicamente, o lucro por ação vai te dizer quanto de lucro a empresa está gerando para cada ação.

Por isso você pode usar essa métrica para estimar o valor que uma empresa está gerando.

Vamos entender esse indicador mais a fundo.

O que é lucro?

Lucro é o que sobre depois das despesas.

Primeiramente, vamos definir o que é lucro.

Uma empresa tem lucro quando você pega a receita e subtrai todos os custos devidos e impostos.

Quando você faz esse cálculo, você chega no lucro da empresa.

Ou seja, podemos dizer que o lucro é a parcela da receita distribuída aos sócios da empresa, após deduções.

A busca por lucro:

A busca por lucro é algo muito antigo.

Desde os primórdios da economia, os seres humanos buscam prosperar através das trocas voluntárias no livre mercado.

Ou seja, eu tenho algo que você quer e você tem algo que eu quero, e assim nessa troca todos saem ganhando.

Nos primórdios do livre mercado, os seres humanos trocavam itens e bens por outros (por exemplo, eu te dou meu peixe e você me dá sua carne).

Livre mercado

Nessa época chamávamos esse método de escambo.

Ou seja, troca de mercadorias ou serviços sem usar uma moeda como meio de troca.

Portanto, desde o início da humanidade, o ser humano visa o seu próprio bem-estar, ajudando o próximo por meio de serviços e livre mercado.

As trocas por lucro:

Porém, hoje em dia todas essas trocas e transações são feitas com uma moeda como meio de troca.

Ou seja, hoje você compra e vende bens e serviços com o dinheiro como intermédio.

E dessa forma, você sabe se teve lucro ou prejuízo na operação.

Portanto, o lucro é o que te sobra de uma venda, após você pagar os custos e impostos.

O que é Lucro por ação

O lucro por ação é a geração de valor por cada ação que a empresa tem.

Ou seja, agora que já explicamos o que é lucro, vamos falar de lucro por ação.

Na bolsa de valores, as empresas listadas precisam divulgar trimestralmente seus resultados.

E o lucro por ação é uma métrica bastante importante, e ela tem forte influência nos movimentos dos preços.

Como já disse Henrique Bredda: “No longo prazo, o preço da ação segue a direção dos lucros da empresa”.

Você já deve ter ouvido frases como “O lucro de tal empresa foi de X, superando as expectativas dos analistas”.

Ou talvez você já tenha escutado que o lucro de tal empresa ficou abaixo das expectativas.

As expectativas dos analistas:

As expectativas dos analistas ditam os sentimentos.

De fato, tanto em Wall Street quanto no restante do mercado financeiro, cada vez que uma empresa divulga seus resultados, existem expectativas.

Analistas de grandes bancos como Goldman Sachs, JP Morgan, Morgan Stanley, entre outros, fazem suas análises sobre as empresas.

Ou seja, você sempre terá acesso às expectativas dos analistas antes dos resultados serem divulgados.

E como já disse Jeremy Siegel em seu livro “Investindo em ações no longo prazo”, os lucros em si não são o fator que impacta os preços no curto prazo.

A divulgação de lucros trimestrais:

A divulgação de lucros trimestrais é obrigatória para todas as empresas listadas na bolsa de valores.

No entanto, o que sim impacta os preços no curto prazo é saber se o lucro por ação ficou acima ou abaixo das expectativas dos analistas.

Portanto, as vezes você verá uma empresa divulgar um lucro por ação excelente, e ainda assim o preço da ação cair ou ficar estável, só porque ficou abaixo das expectativas.

Da mesma forma, as vezes você verá empresas divulgarem um lucro ruim e ainda assim o preço da ação subir, pois superou as expectativas.

Divulgação de resultados trimestrais

É curioso, não é mesmo?

Pois é, mas é assim que funciona no curto prazo.

Por isso, é importante que você tenha uma estratégia clara de investimentos para não se deixar levar por ruídos de curto prazo.

Como calcular o lucro por ação

Para calcular o lucro por ação você deve dividir o lucro de uma empresa pela quantidade de ações existentes.

Primeiramente, vamos entender o que engloba o conceito de lucro por ação.

Basicamente, o lucro por ação é quanto dos lucros estão sendo gerados para cada ação da empresa.

Portanto, para calcular o lucro por ação de uma empresa, você deve dividir o lucro de uma empresa pela quantidade de ações existentes.

Porém, existe uma forma mais eficaz de calcular o lucro por ação.

Ou seja, você deve ajustar o cálculo considerando ações que poderiam ter sido criadas por variáveis.

"Como assim variáveis?" Bem, através de contratos de Opções e dívida conversível.

Ou seja, você precisa pegar os dados corretos.

Como calcular o lucro por ação

Você pode encontrar todas essas informações nos relatórios financeiros da empresa.

Ou seja, no DRE (Demonstrativo do resultado do exercício) você encontra o lucro.

E no BP (balanço patrimonial) você encontra as informações sobre ações existentes.

Ademais, você precisa considerar quaisquer dividendos ou desdobramentos de ações no cálculo do LPA.

No entanto, é possível simplificar o cálculo usando o número de ações em circulação no final de um período.

Como é usado o lucro por ação?

O LPA é bastante usado para medir a rentabilidade de uma empresa de forma absoluta.

Ademais, o lucro por ação é um dos componentes na fórmula para se calcular o indicador Preço/Lucro, já que esse indicador envolve o lucro por ação.

Ou seja, o lucro por ação também é um componente importante para se realizar o valuation de uma empresa.

No entanto, como o indicador LPA considera uma certa quantidade de ações (ações em circulação naquele momento), ele está sujeito á variações decorrentes de mudanças na quantidade de ações.

Ou seja, se uma empresa faz uma nova oferta de ações, tudo o mais constante, o lucro por ação irá diminuir.

Isso porque agora o mesmo lucro será distribuído entre uma maior quantidade de ações.

Dessa forma, o lucro por ação pode induzir alguns investidores ao erro, caso eles não entendam como funciona esse indicador.

Como interpretar o lucro por ação

Por isso, muitos Quants (analistas quantitativos) desenvolvem seus próprios modelos para fazer análises mais precisas das empresas.

Porém, se os lucros da empresa aumentarem, é claro que o lucro por ação também mudará.

Portanto, você precisa entender que empresas são organismos vivos, e seus lucros podem variar.

Afinal, estamos falando de ações, e ações são renda variável, né?

Lucro por ação básico e lucro por ação diluído

Existem dois tipos de lucros: o básico e o diluído.

No exterior é muito comum você ver demonstrações financeiras com a sigla EPS Basic e EPS Diluted.

Ou Basic EPS e Diluted EPS.

Essas siglas se referem ao lucro por ação básico e lucro por ação diluído.

Mas afinal, qual é a diferença?

Bem, como falamos acima, existem alguns fatores que podem influenciar no resultado do lucro por ação.

Fatores como por exemplo stock options (Opções), ações restritas, entre outros, são métricas que podem afetar o cálculo do LPA.

Isso ocorre pois, por exemplo, no caso de Opções, estas podem ser exercidas.

Ou seja, isso aumentaria o total de ações em circulação, e como já vimos, isso afetaria o cálculo do lucro por ação.

Portanto, as empresas também costumam reportar o lucro por ação diluído, que representa o LPA ajustado para esses tipos de fatores.

Por exemplo, às vezes um credor concede um empréstimo que permite converter a dívida em ações sob certas condições.

Lucro por ação

Vimos investidores como Warren Buffett fazerem isso em diversas ocasiões.

Nesse caso, as ações que seriam geradas pela dívida conversível deveriam ser consideradas no cálculo do Lucro por ação.

Porém, nesse caso, você deve também incluir o juro pago sobre a dívida conversível dentro do cálculo, para não haver distorções no resultado.

Onde encontrar as informações do Lucro por ação?

Você encontrará todas as informações de lucro por ação das empresas nos seus relatórios gerenciais.

Ademais, você pode encontrar essas informações nas cartas dos CEOs e Gestores aos acionistas.

Além disso, em sites de notícias especializadas em negócios e mercado financeiro, você pode ver essas informações e dados financeiros.

Porém, nada melhor do que uma plataforma completa para você poder acessar todos esses dados importantes.

No Brasil, existem plataformas como o Trademap, Flexscan, etc. porém o OpLab é a melhor ferramenta para você gerir sua carteira.

Ou seja, você pode incluir diversas classes de ativos na sua carteira: ações, opções e fundos imobiliários.

Você pode ver o seu payoff e cotações em tempo real.

Se você quer uma plataforma para operar opções, comprar ações, ou simplesmente fazer gestão de portfólio, o OpLab é a solução.

No OpLab, além de tudo, você agora tem a seção de rankings que permite que você veja as melhores empresas de acordo com diversos tipos de indicadores e métricas.

Clique aqui para testar o OpLab por 30 dias grátis e tenha acesso a todos esses indicadores!

Conclusão

Hoje você aprendeu o que é o LPA, e como calcular o LPA.

Ademais, você entende agora que essa métrica é importante para se fazer o valuation da empresa.

Porém, assim como qualquer indicador, não devemos olhar o Lucro por ação de forma isolada pois ele pode induzir ao erro.

Afinal, os lucros de uma empresa são dinâmicos.

Ademais, lembre-se que para analisar uma empresa, você precisa analisar vários fatores, desde rentabilidade, até eficiência operacional, vantagens competitivas e preço.

Ou seja, você não deve usar apenas um indicador para tomar suas decisões.

Clique aqui para testar o OpLab por 30 dias grátis e tenha acesso a todos esses indicadores!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *